Facebook Google+ Twitter

Saiba como servir o vinho na temperatura ideal

Postado em Makro Speciale em January 27th, 2017

shutterstock_143743375

O vinho é uma bebida que proporciona diferentes sensações e nada como uma taça do seu vinho preferido para relaxar, não é mesmo? Mas, para que a experiência seja a melhor possível, é muito importante saber qual a temperatura ideal para servir os diferentes vinhos.

Com a temperatura correta, seu paladar consegue identificar todos os detalhes do sabor e aroma, apreciando o vinho em seu melhor estado. Para te ajudar a resfriá-lo da maneira ideal, o Makro Speciale separou ótimas dicas. Para começar, saiba como cada característica do vinho se relaciona com a temperatura.

- Corpo: os vapores dos vinhos são perceptíveis pelo olfato. Os vinhos mais encorpados têm um peso maior que os mais leves, por esse motivo, os tintos são degustados em temperaturas mais altas do que os brancos.

- Casta: as variedades produzem vinhos muito voláteis e outros menos. Por esse motivo, os vinhos Borgonhas são geralmente servidos mais frescos que os Bordeaux.

- Tanicidade: quanto mais baixa a temperatura, mais evidente o tanino fica. Esse elemento é presente apenas nos vinhos tintos, por esse motivo, eles não são servidos gelados.

- Aroma: quanto mais alta a temperatura, mais o vinho evapora e, assim, seu perfume se acentua. Isso deve ser dosado, pois alguns vinhos já possuem um aroma bem evidente. Temperaturas muito elevadas ocasionam a perda do frescor e deixam o vinho fugaz. Por outro lado, temperaturas excessivamente baixas acabam escondendo o aroma do vinho.

- Doçura: o calor acentua essa característica, enquanto o frio a ameniza.

Agora, chegou a hora de conferir as temperaturas ideais para os diferentes tipos de vinho. Vale lembrar que nenhum vinho deve ser servido com temperatura superior a 20°C, pois, acima disso, a evaporação do álcool se torna mais intensa.

Entre 6° e 8°C: Espumantes, vinhos brancos doces e vinhos de menor qualidade, pois as temperaturas mais baixas mascaram os defeitos.

Entre 8° e 10°C: Brancos suaves, brancos secos e espumantes rosé.

Entre 10° e 12°C: Brancos mais secos e vinhos rosados.

Entre 12° e 14°C: Grandes brancos e tintos ligeiros.

Entre 14° e 16°C: Tinto de pouco ou médico corpo.

Entre 16° e 18°C: Tintos envelhecidos e tintos mais macios, como os feitos de Pinot Noir.

Entre 18° e 20°C: Grandes tintos, como alguns de Bordeaux, e tintos ricos em taninos, como os australianos, portugueses e espanhóis.

Garanta a temperatura ideal para o vinho escolhido e deguste uma taça da bebida em seu melhor estado!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>