Facebook Linkedin Instagram YouTube

Espumante, Champagne e Prosecco: quais as diferenças dessas bebidas tão similares?

Postado em Banner, Makro Speciale em maio 15th, 2015

Para quem está acostumado com o mundo do vinho, é comum ouvir diversas denominações para champagne, e é comum a confusão entre esta bebida e outras similares, como espumante e prosecco. Existem, no entanto, uma diferença crucial entre elas que lhes garante tanta originalidade.

speciale17.05

Todos estes vinhos são espumantes, o que indica que possuem borbulhas. Eles podem ser secos, meio secos, doces (rose), tintos ou brancos. Contudo, as origens distintas acabam por definir métodos de produção bastante variados de acordo com as regulamentações específicas de cada país.

Chama-se de champagne somente a bebida produzida na região de Champagne na França. O método de fermentação usado é o “champenoise”, e sua produção passa por regras rígidas, por isso costuma-se encontrar esta bebida por um valor mais alto. A região de Champagne produz, em grande maioria, vinhos espumantes (brancos ou rosados) chamados simplesmente de champanhe, sem mais especificações. Eles são produzidos obrigatoriamente à base apenas das uvas chardonnay , pinot noir e pinot meunier.

Por fim, o prosecco advém de vilas na Itália, sendo o único espumante italiano conhecido e consumido em larga escala no Brasil, principalmente durante o período de festas. Diferentemente dos champagnes, os proseccos são elaborados pelo método charmat, onde a segunda fermentação ocorre em grandes tanques de aço inox e não na própria garrafa.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *