Como montar uma mesa de café da manha em seu hostel?

Capturar1

Empreendedor, nossa dica de hoje ajudará a conquistar ainda mais a clientela do seu hostel. Como já é sabido pelos donos deste ramo, o café da manhã é um dos fatores que mais prendem a atenção do cliente, e pode trazer-lhe boas críticas. Ainda que no dia-a-dia as pessoas costumem pular ou mal comer esta refeição, quando elas se hospedam parecem fazer questão de consumi-la, por tanto, em seu estabelecimento é essencial esta seja bem servida.

Oferecer qualidade, com quantidade, variedade e amabilidade faz toda a diferença. Além disso, quando impulsionadas pela criatividade do hoteleiro – que pensa em arranjos para o bufê, por exemplo – podem transformar as expectativas do cliente.

Localização: O local deve ser de tamanho suficiente para conseguir acomodar todos os hóspedes e ainda deixar espaço para que as passagens sejam fáceis. A mobilidade dos clientes no salão é essencial.

Produtos: A variedade de sucos, pães, bolos, frutas, frios, produtos da terra e outros, deverão compor uma sequencia lógica para o cliente se servir. Adequar os materiais para a retirada de cada um deles, também é fator de suma importância. Já a reposição dos artigos, deve ocorrer com agilidade e eficácia, para que não interfira na movimentação dos hóspedes.

O hostel é mais simples do que os hotéis e por isso não se faz necessária muita preocupação. Entretanto, atentar-se a esses pontos é essencial.

Se deseja saber “como abrir um hostel e surpreender seus visitantes” então confira nossos artigos, clicando aqui. Saiba também “o que um mochileiro espera de um hostel?”, clicando aqui.

O que um mochileiro espera de um hostel?

Capturar

Os hostels não vivem apenas de preços convidativos. Pesquisas com os hóspedes pelo mundo determinaram alguns aspectos relevantes na hora da escolha pelo albergue. Acompanhe:

Antigamente, os hostels eram conhecidos por seus quartos apertados e cheios de beliche, mas hoje, conforto e descontração são as palavras-chave.
Espaços que incentivem a interação com outros mochileiros são importantes. Criar salas de TV pode ser uma boa opção, assim como um bar que é um investimento certo e instiga o relacionamento.

Oferecer café da manhã é um diferencial. Mesmo que seja cobrado, os hóspedes sempre vão preferir comer no hostel pela praticidade. Investir em uma cozinha coletiva é também um bom ponto. Além da facilidade, os mochileiros economizarão e isso fará com que vejam seu Hostel com bons olhos.

Para que o mochileiro sinta-se em casa, invista em uma equipe amigável e prestativa. Na escolha de seus funcionários, esteja sempre atento e exija pelo menos uma segunda língua, já que os mochileiros vêm de todos os países.

A escolha da localização é o ponto mais importante. Quando mais fácil for o deslocamento para pontos turísticos, mais pessoas se hospedarão.

A maioria dos mochileiros espera que o hostel ofereça wi-fi, já que a melhor forma de comunicação entre amigos e familiares.

Limpeza e manutenção são fundamentais. Esteja sempre atento se tudo está perfeito. Um banheiro sujo ou um chuveiro gelado afastam seus hóspedes atuais e também os futuros. Cuide de todos os detalhes e conquiste mochileiros de plantão.

Saiba como abrir um hostel e surpreender seus visitantes

Saiba como abrir um hostel e surpreender seus visitantes

Capturar

Empreendedor, hoje vamos falar de uma oportunidade de negócio pouco conhecida no Brasil, e por isso pode fazer com que você saia na frente da concorrência. Além disso, este estabelecimento pode ser fácil de abrir e não requer muitos investimentos. Estamos falando de inaugurar um HOSTEL.

Sabendo, inclusive, que muitos têm dúvidas sobre o que é um hostel, achamos fundamental explicar mais detalhadamente sobre este negócio turístico, afinal, o empresário deve estar a par de tudo sobre o nicho. Um hostel, nada mais é do que um tipo de albergue – uma acomodação que se caracteriza pelos preços convidativos e pela socialização dos hóspedes, onde cada convidado pode arrendar uma cama ou beliche, num dormitório partilhado, com casa de banho partilhada, lavandaria e por vezes cozinha. Os quartos podem ser misturados entre sexos, como divididos entre eles.

Agora que você já esta familiarizado, vale atentarsse a parte burocrática e administrativa. Para isso temos 10 dicas que podem te ajudar:

Capital: Por vezes, famílias vendem um imóvel inutilizado que somado a um empréstimo conseguem abrir um pequeno hotel, administrado por eles. Porém deve-se pensar muito antes de tomar tal atitude, porque será necessário pagar o funcionamento da casa e do negócio – isso se você nao morar no local.

Localização: Este deve ser um dos primeiros pontos a serem pensados. A região deve ter algo de especial para você e para seus hóspedes, caso contrário, pode-se correr o risco de ter sua clientela reduzida.

Convívio com o estrangeiro: É fundamental que o administrador do negócio saiba falar mais de uma língua e que esteja a par da cultura de outros países.
• Tipo do negócio: Pensões, Cabanas e Pousadas podem ser opções muito atraentes porque não necessitam fornecer atendimento 24 horas por dia, como nos hotéis com poucas estrelas que disponibilizam atendimento durante 12 horas por dia. Esteja ciente das implicações com o pessoal de acordo com os diferentes tipos de negócios.

Funcionários: Você deve pensar se precisará contratar alguém e quantas horas você precisará que ele trabalhe por dia na temporada. Verifique as leis trabalhistas do local, trabalhadores sazonais muitas vezes são protegidos pela legislação, o que significa que você terá que pagar uma quantia extra para a previdência social dos empregados.

Estações: Em grande parte do mundo este negócio é sazonal, isto é, funciona durante determinadas estações do ano. Uma temporada pode ser interessante se você consegue produzir renda suficiente, duas temporadas significam mais meses de trabalho, provavelmente maior renda e establidade.

Economia local: Estar localizado na cidade tem o benefício de poder ganhar mais dinheiro, pela maior circulação de pessoas. Entretanto, isto não é nenhuma regra, os custos da cidade de locação e também dos alimentos são infinitamente maiores. Vale então ponderar e quem sabe até pensar em locar algo na praia ou em cidades de campo que, embora gere menores custos, podem atrair menos cliêntela.

Hóspedes: Este é o ponto mais importante. Não existe uma única maneira de agrada-los, porém é fundamental que eles sejam a razão pela qual se trabalha – crianças, famílias, risadas, diversão e sorrisos – se você gosta de ver pessoas sorrindo e gosta de fazer isto acontecer, você já leva vantagem.

Aproveitar as horas certas: Muitas vezes o seu negócio pode ficar com pouca clientela e mesmo assim os custos ainda irão persistir. Aproveite esses momenos de baixa e arrume a casa, reforme o que for necessário e para que você não fique sem renda, aposte no “faça você mesmo”, existem coisas fáceis e se forem feitas pelo próprio administrador podem trazer este benefício.

Comprar um Negócio Existente? É valido, se você não teve nenhum contato com este tipo de negócio antes. Fora desde caso, o conselho é de abrir seu próprio negócio do zero.

Lembre-se que o principal é ser inteligente e muitas vezes ser capaz de estar à frente de seu tempo para saber o que é melhor para o seu negócio. Outra qualidade necessária para qualquer tipo de empreendendor é a sua capacidade de ser maleável, isto é, conseguir se moldar para atender o cliente da melhor forma.

Enoinvestimento

unnamedInvestir em vinhos já é uma prática muito comum em países da Europa, Ásia e Oriente Médio e agora vem despontando entre os brasileiros como uma opção rentável e segura. De acordo com algumas estimativas do mercado de investimento, esse tipo de aplicação movimenta cerca de 1,2 bilhão de dólares ao ano.
A dica para quem está interessado em investir é sempre prestar atenção à origem do vinho, qualidade de sua safra e a maneira de armazená-lo, então não basta um vinho ser bom para ser considerado rentável.
Os vinhos franceses, por exemplo, são os mais procurados para este tipo de investimento. Os da região de Bordeaux e Borgonha valorizam mais a cada ano e são uma aposta segura, pois vivem de 30 a 40 anos. Ou seja, tem uma garantia de que estão em perfeitas condições para serem consumidas mesmo depois de um longo espaço de tempo.
Em resumo, o investimento em vinho mostra que pode sim ser lucrativo, mas é preciso ter paciência para armazenar por um longo tempo e atenção com os fornecedores. Só compre vinhos diretamente da produtora para não adquirir produtos falsos. E sempre esteja atento ao gosto dos consumidores que nem sempre preferem os vinhos antigos e podem optar pela marca da moda da estação.

Crianças de férias: prepare seu negócio e aproveite essa oportunidade!

Capturar

Caro empreendedor, as férias escolares chegaram e para que você tenha ainda mais sucesso no seu negócio, vale conquistar também a criançada. Pensando nisso, elaboramos dicas para diferentes tipos de estabelecimento.

Se você tem um restaurante ou algo neste ramo, vale a pena investir na compra de um playground. Desta forma as crianças podem ficar brincando enquanto seus familiares comem tranquilamente. Esta também é a solução para muitos empreendimentos, como lojas, concessionária de carros, mercados e outros lugares nos quais os pais não conseguem dar atenção as duas coisas, o que faz com que na maior parte das vezes eles acabam deixando seu estabelecimento.

Outra forma que promete entreter as crianças, nos restaurantes e afins, é a contratação de pessoas responsáveis pela recreação. Estas poderão criar gincanas e oficinas, além de deixarem os pais ainda mais relaxados, sabendo que alguém está de olho em seus filhos, enquanto eles se divertem.

Se estas dicas não se enquadram no seu orçamento ou se não houver espaço suficiente para a instalação do playground e para gincanas, deve-se pensar em coisas mais fáceis e práticas. Mesas com lápis de cor ou giz de cera e folhas atraem a atenção da criançada e podem ajudar os pais a entreter os filhos na hora das refeições.

Além dessas medidas, elaborar um cardápio infantil sempre trás bons resultados. Este efeito é ainda maior quando as comidas são servidas de forma criativa – em pratos ou embalagem com formatos infantis, por exemplo – pois conseguem conquistar a clientela mirim. A melhor parte de criar este cardápio especial para as crianças, é que ele não precisa estar somente vinculado ao período de férias escolares, e pode se estender por todo o ano.

Nas férias escolares, recreação infantil é lucro certo.

Capturar

Época de férias é sinônimo de lucro para colônias de férias e empresas de recreação infantil. A cada ano cresce a procura pelo lazer das crianças, já que para os pais nem sempre é fácil conciliar a rotina de trabalho com as férias escolares dos filhos.

A receita do sucesso é promover atividades de lazer com cunho pedagógico e se possível ao ar livre. Assim as crianças gastam bastante energia, assimilam novos conhecimentos e criam laços de amizade.

Os pais se interessam pelas colônias de férias principalmente para tirar os filhos da rotina de sedentarismo proporcionado pelos games e atividades tecnológicas.

Para montar a empresa e conquistar a garotada, é necessário gostar de trabalhar com crianças e buscar se atualizar sempre em relação ao mercado. Geralmente, o investimento inicial não precisa ser muito grande. O principal produto é a mão de obra, ou seja, os monitores. Os brinquedos são apenas um extra. Invente brincadeiras que estimulem a imaginação da criança e respeite-a. Tente compreender as diferenças de personalidade e não force a nada. Nem toda criança quer brincar.

Além do período de férias, durante o ano todo empresas especializadas em recreação infantil investem em colônias de férias e da mesma forma, colônias de férias recebem convite para animar festas conquistando novos clientes e aproveitando o lucro durante o ano.

Você gosta de crianças e quer abrir um negócio voltado para elas?

Capturar

Uma das principais tendências para os negócios é o mercado infantil. As crianças se tornaram os clientes mais disputados por novos empreendedores e marcas consolidadas. Por ano, o setor infantil movimenta em torno de R$50 bilhões no país e por isso, investir nesse mercado pode significar “se dar bem”.

Esse crescimento no mercado infantil foi graças ao contato precoce das crianças com o meio digital. Com a informação online, as crianças decidem que produtos desejam e têm mais poder de decisão que há alguns anos.

Para apostar nos pequenos consumidores, são ideias desde brinquedos tradicionais a aplicativos para celulares. Franquias também são apostas mais seguras, como marcas de roupas e brinquedos e podem ter uma margem de lucro atraente.

Para ser um bom empreendedor, é necessário ter a cabeça aberta a novas ideias, como uma academia especializada para crianças. Centros de estudos voltados pra música ou línguas estrangeiras fazem sucesso com a criançada e principalmente com os pais que vão adorar investir em conhecimento para os filhos.

Abrir uma empresa voltada para organização de eventos pode ser uma boa ideia. As festas de aniversário são talvez o evento que mais atrai os pais e as possibilidades são imensas. Neste setor, existe espaço para inovar e criar e pode ser usado também para outras festas.

Trabalhar com confecção de roupas pode ter uma boa margem de lucro. A utilização de materiais é menor, mas as peças são geralmente vendidas pelo mesmo preço que a de um adulto.

São muitas opções de investimento, e o empreendedor deve aproveitar o crescimento do mercado e procurar a área que tiver mais envolvimento.

Gelatina colorida pode ser uma estratégia para seu estabelecimento.

Hoje é dia de receita no Guia do Empreendedor Makro! Com a criançada de férias esta sugestão pode conquistar a clientela mirim, além de ser uma boa estratégia para aumentar os lucros. Gelatina colorida, quem não lembra da infância quando se depara com ela.

Gelatina Colorida para 12 pessoas

Capturar

Ingredientes

• 4 caixas de gelatina (abacaxi, uva, limão, amora) sabores diferentes a gosto
• 1 lata de leite condensado
• 1 lata de creme de leite
• 1 gelatina sabor morango

Modo de Preparo

1. Prepare as 4 caixas de gelatina separadas de acordo com as instruções das embalagens
2. Corte em quadradinhos e reserve
3. Bater no liquidificador, o leite condensado, o creme de leite e a gelatina sabor morango dissolvida em 1 copo de água fria e 1 copo de água quente, por aproximadamente 5 minutos
4. Misturar este creme na gelatina colorida
5. Mexer e levar para gelar novamente

Como abrir seu negócio sem sair de casa?

Capturar1Empreendedor, a dica de hoje pode te ajudar muito. Separamos algumas dicas para quem pensa em abrir um negócio próprio, que pode ser administrado de casa, e com isso passar mais tempo com os filhos, ainda mais, nesse período de férias escolares. Questões como qual o melhor caminho a seguir para abrir uma empresa e quais os prós e contras de se trabalhar em casa serão respondidos também.

Dica 1: Se você tem um talento único, aproveite-o.

Nada melhor para se ganhar dinheiro do que fazer algo que se gosta e que se faz bem. Seu hobby pode virar seu trabalho e isto fará com que o trabalho seja algo muito mais prazeroso.
Hoje muitas pessoas estão vendo nos Blogs uma oportunidade de negócio, quem sabe esta não é a sua chance também?

Dica 2: Você pode seguir na sua profissão trabalhando de casa?

Se esse for o seu caso, não deixe de aproveitar. Basta fazer o que você já faz, só que de casa. Se der, é claro! bNo início, é muito provável que você vá ganhar menos , mas os outros pontos positivos compensam.

Dica 3: Para as mães, vale aproveitar a experiência.

Muitas mulheres se tornam empreendedoras justamente porque a maternidade trouxe muito aprendizado, conhecimento, experiência. Ou seja, elas abriram negócios voltados à puericultura, que é o universo que engloba tudo que diz respeito aos temas materno e infantil. Loja online de produtos infantis, organizar festa infantil e grife de roupas para gestante ou crianças são algumas sugestões.

Dica 4: Não esqueça que o negócio tem que ser rentável.

Não adianta você trabalhar fazendo o que ama se essa sua nova profissão não lhe trouxer retorno financeiro para manter as contas em dia. Por isso, antes de iniciar qualquer negócio, faça um pequeno plano estratégico.

Dica 5: Pense grande, mas não espere ganhar muito dinheiro no início.

Grande parte dos negócios não dá lucro rapidamente. Na verdade, são até raros os que sobrevivem aos 12 primeiros meses. Tenha paciência. É necessário um tempo até se tornar conhecida, conseguir clientes e esses clientes falarem bem do seu negócio para que você comece a crescer.

Dica 6: Faça uso do seu networking.

Na hora de pensar um negócio, imagine algo que você possa vender para a sua rede de contatos, amigos, familiares, vizinhos. Isso ajuda muito. Este é até um dos principais motivos porque mães estão abrindo negócios voltados a bebês e crianças. Amigos com filhos podem ser potenciais consumidores de seus produtos ou serviços.

Dica 7: Considere a ideia de ter sócios.

Tê-los pode ajudar no negócio além de dar ainda mais tempo livre. Se você resolver abrir algum negócio com algum colega, familiar ou pessoa conhecida, tente buscar alguém que tenha competências complementares às suas, assim, vocês tem condições de fazer o negócio se desenvolver com mais facilidade.
A escolha da sociedade ideal é muito importante pois ela pode fazer o sucesso ou o fracasso de um negócio.

Enoturismo na Argentina

unnamedFérias de julho, inverno no Hemisfério Sul e degustação de vinhos. Existe algum momento mais propício para uma viagem de enoturismo na Argentina? O país está com sua moeda desvalorizada perante a nossa e isso parece até corroborar com a escolha desse destino. O país reúne uma vasta variedade de opções para os amantes do vinho a preços bem mais acessíveis que anteriormente.
Para você ter uma noção, a região de Mendonza, na Argentina, é responsável pela produção de 70% dos vinhos do país e tem desde as vinícolas mais famosas até pequenas bodegas boutiques. Milhares de visitantes chegam a Mendoza para apreciar a cidade, suas paisagens e principalmente sua indústria vinícola. Além do preço do vinho ser muito mais barato, a cidade tem uma boa estrutura turística e oferece ótimas opções de acomodação e gastronomia.
É com um passeio voltado especialmente ao enoturismo que ficou muito mais fácil se locomover pela região. O Bus Vitivinicola é um ônibus que percorre 12 vinícolas em um circuito de 10 horas.
Mendonza oferece incríveis paisagens e deliciosos vinhos e é o lugar e a desculpa ideal para desfrutar momentos inesquecíveis.