O que há entre a arquitetura e o vinho hoje em dia?

Modern Winery in SpainQuem já teve o privilégio de caminhar pelas ruas de Bordeaux, no sudoeste da França, sabe que visitar uma de suas inúmeras vinícolas é algo que não pode faltar no roteiro turístico. E para quem ainda não conhece a capital do vinho, vale a pena conferir o charme desta cidade de perto.

Mas você deve estar se perguntando: o que isso tem a ver com o tema deste post? Tudo! E para começar, podemos citar como exemplo o projeto da Cidade das Civilizações de Vinho.

Nela, uma estrutura super moderna irá destacar formas, diferentes materiais e cores especialmente desenvolvidas para aguçar a percepção sensitiva dos visitantes, como se estivessem no interior de uma garrafa de vinho. Ou seja, a arquitetura chega como ferramenta para ajudar a traduzir a identidade do produto e oferecer uma nova experiência a seus apreciadores.

Além disso, com os recursos cada vez mais avançados e favoráveis às mudanças, aquela imagem de vinícolas e adegas tradicionais vai aos poucos ficando para trás e ganhando um novo conceito. E de fato, novos projetos internacionais que revelam a arquitetura contemporânea em vinícolas vêm atraindo cada vez mais a atenção do público.

Hoje, o que vemos são lugares que fogem do tradicional e nos quais também são possíveis realizar uma degustação do vinho em ambientes mais elaborados, ou ainda, especialmente projetados.

Crie uma programação especial para entreter seus clientes na Páscoa

Capturar

Além do cardápio e brindes personalizados que merecem atenção nesta data, também é possível realizar uma programação especial para que o seu estabelecimento se torne ainda mais procurado por seus clientes que desejam reunir toda a família.

A começar pelas crianças, existe uma série de atividades para entretê-las. Entre elas, o famoso caça aos ovos ou mesmo a reserva de um espaço onde elas possam manusear o chocolate, sem dúvidas farão a alegria dos pequenos.

Para os adultos, ações interativas como promoções atraem novos olhares para o local e ainda são maneiras de gerar entretenimento. Além disso, é claro que ninguém vai querer ficar de fora da possibilidade de concorrer a prêmios bacanas ou mesmo degustar deliciosos pratos a preços especiais.

Inspire-se no clima da Páscoa para oferecer o melhor a seus clientes! Visite a loja Makro mais próxima de você para garantir todos os ingredientes e produtos necessários para fazer desta data, ainda mais vantajosa para o seu estabelecimento.

Dica Speciale – Filé mignon ao molho de vinho, tomates secos e azeitonas

Raw Filet Mignon --- Image by © Campbell, Kelly/the food passionates/Corbis
Hoje disponibilizaremos uma receita saborosíssima para seu cardápio. Aproveitando essa semana, cujo tema foi a uva Merlot, apresentamos um file mignon ao molho de vinho, tomates secos e azeitonas que fará o seu cliente saborear até a última garfada. Anote e experimente.

Ingredientes

  • 1/2 kg de filé mignon bovino, em uma peça só, bem limpo e sem a “cabeça”
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 1 garrafa de vinho tinto seco (cabernet ou merlot)
  • 1 dente de alho picado
  • 6 a 8 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 cebola ralada
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 250 g de tomates secos e escorridos da conserva (caso tenha)
  • 200 g de champignons fatiados
  • 200 g de azeitonas pretas sem os caroços e picadas em rodelas

Modo de preparo

  • Em uma vasilha funda, tempere a carne com sal e pimenta, esfregando bem.
  • Junte o alho e esfregue um pouco mais.
  • Acrescente o vinho.
  • Tampe e guarde a vasilha em geladeira por duas horas.
  • Esquente bem uma panela ou frigideira grande.
  • Escorra a carne da marinada, que deverá ser guardada para o preparo do molho.
  • Aqueça o forno em 200°C.
  • Coloque o azeite na frigideira e coloque a carne.
  • Deixe que ela fique tostada em todos os lados.
  • Passe a carne para uma assadeira.
  • Regue com o líquido que estiver na frigideira e cubra com papel alumínio.
  • Leve ao forno por cerca de 20 minutos, observando o ponto desejado – se preferir mais malpassado, deixe menos tempo.

Molho

  • Esquente uma panela e coloque a manteiga.
  • Refogue a cebola até que fique bem alourada.
  • Adicione a farinha de trigo e mexa bem, homogeneizando a mistura.
  • Adicione o vinho e mexa bem, para alisar e deixar espessar.
  • Acrescente os tomates secos, os champignons e as azeitonas.
  • Mexa e deixe voltar a ferver, em fogo moderado.
  • Retire a carne do forno e fatie-a da maneira desejada.
  • Regue com o molho e sirva.

Fazendo um enoturismo em Bordeaux na França

unnamedA região de Bordeaux na França é conhecida no mundo inteiro pela produção de vinhos tintos elaborados com as uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Merlot, que fazem parte do famoso corte Bordalês, assim como as suas regiões vinícolas e seus grandes vinhos Grand Cru Classé.

Saint Emilion é considerada a cidade mais charmosa da região. Suas paisagens são classificadas como patrimônio da UNESCO porque são como poesia para os olhos. Se escolher fazer um enoturismo em Bordeaux, nossa sugestão é que reserve um tempo para essa cidade bucólica e romântica. Com suas ruelas, igrejas, lojinhas de produtos locais e restaurantes da pracinha.

Em Saint Emillion você encontra grandes produtores de vinhos, mas também descobre os produtores familiares que oferecem um produto mais único e rústico, sem contar que em vinícolas pequenas você tem o prazer de conhecer os donos, que expressam sua paixão pelos vinhos em histórias pra lá de enriquecedoras.

A denominação Saint Emillion Grand Cru conta com grandes nomes do mundo do vinho como o Cheval Blanc, o Angelus e o Ausone. O Les Roches de Yon-Figeac é um vinho de uma pequena propriedade (25 Ha), composto de 80% Merlot, 20% Cabernet Franc provenientes de um solo argiloso. Bastante equilibrado, encontramos os aromas clássicos de cereja e ameixa em um robe aveludado com algumas notas de café e chocolate.

Em Bordeaux você encontra mais opções de hotéis e estadias que essa pequena cidade. O fato de ter um trem que te leva de uma cidade a outra torna tudo mais fácil e prático.

O bom de escolher Saint-Emilion para um passeio de enoturismo é justamente a praticidade. Ao sair da estação de trem, você já começa a ver os vinhedos sem fim e, em uma caminhada de cerca de 15 minutos, você já está no centro da vila. São dezenas de vincolas – chamadas de Chateau, castelo em francês. Para os apaixonados por vinho, esse é o tipo de passeio que não pode faltar. Boa viagem!

 

Nesta Páscoa, presenteie seus clientes com ovos criativos

ovos criativos_3

Não importa se você possui um grande restaurante ou uma pequena pâtisserie, estar sempre por dentro de tudo o que acontece no meio gastronômico a fim de buscar novas soluções para se destacar em meio à concorrência, muitas vezes acirrada, é fundamental para o bom andamento do seu negócio.

Quando o assunto é data comemorativa, é preciso redobrar a criatividade para conseguir atrair a clientela e, claro, conquistar novos paladares. E já que a Páscoa está quase aí, chegou a hora de sair da mesmice e adicionar um pouco de ousadia nas produções.

Sabemos que os modelos bem recheados lideram a lista dos top queridinhos, portanto, não deixe de apostar neles! Aproveite o sucesso que eles fazem para personalizá-los, criando novas texturas e invista no design mais trabalhado para presentear seus clientes.

Olha só um exemplo: um ovo super recheado com creme de nozes e pedacinhos de damasco, crocante por fora e com diferentes combinações de sabores por dentro, e até mesmo a embalagem, tornam o seu produto diferenciado.

Tenha em mente que o formato, as cores e os sabores exóticos fazem toda a diferença no momento da venda. E quando caem no gosto do público, ajudam a tornar o seu estabelecimento uma boa referência!

Além disso, torna a experiência ainda mais significativa. Ou vai dizer que você não se sentiria especial em receber um presente personalizado?

Faça um rocambole de bacalhau para servir a seus clientes

receita bacalhau_1

A Páscoa vem se aproximando e muitos restaurantes já entraram no clima a fim de surpreender seus clientes.

Mas para quem ainda não buscou inspiração para inovar no menu, hoje o Guia do Empreendedor Makro traz uma receita que reúne boas pitadas de criatividade e doses extras de sabor. Aprenda a fazer um Rocambole de bacalhau:

Ingredientes
500g de bacalhau desfiado e dessalgado;
600g de batata;
1 cebola grande;
2 dentes de alho;
200ml de azeite;
1 limão.

Ingredientes para o recheio
1 colher de sopa de manteiga;
200ml de leite;
1 gema;
1 colher de sopa de farinha de trigo.

Olha só como é fácil preparar:
Cozinhe e amasse as batatas. Refogue bem o bacalhau no azeite com cebola e o alho e, em seguida, acrescente o purê de batata e o suco do limão. Feito isso, mexa bem e leve esta mistura a um tabuleiro untado com farinha de rosca.

Tudo isso vai para um forno pré-aquecido médio durante cerca de 30 minutos. Depois, vire o bolo ainda quente num pano de prato com bastante farinha de rosca.

Para o recheio é ainda mais simples: junte e bata todos os ingredientes antes de acrescentá-lo à massa e enrole.

Quer saber o melhor? Todos os temperos e a peça de bacalhau mais fresca, você encontra em uma das unidades do Makro!

Concha y Toro: a vinícula que revolucionou o mercado de vinhos

unnamed

Conhecida já em todo mundo, a vinícola chilena Concha y Toro carrega uma história incrível. Tudo começou em 1883 quando Don Melchor De Concha y Toro, um distinto advogado, empresário e político influente no país, que com sua mulher Emiliana Subercaseaux, fundou a vinícola Marquês de Casa Concha, localizada justamente na pré-cordilheira, próximo da capital do Chile, Santiago. Eles tinham como objetivo explorar o potencial da produção vitivinícola do vale do Rio Maipo, onde o clima, favorável, era mediterrâneo e o solo aluvial. Conta a lenda que ele importou algumas mudas da região de Bordeaux e que essas se adaptaram muito bem ao ambiente chileno, tempos depois ocorreu uma praga que devastou as plantações de onde fora extraído as mudas importadas, com isso, apenas ali, no Vale do Maipo, encontram-se as raras parreiras com as uvas que produzem o famoso vinho Don Melchor, que conquistou os críticos internacionais da bebida.

Hoje, a Concha y Toro é a maior e a mais importante vinícola do Chile. Ela conseguiu mudar o eixo de produção de vinhos, colocando os vinhos chilenos entre os melhores do mundo. Os vinhos produzidos pela marca tiveram sucesso imediato. Porém, foi o emblemático Casillero del Diablo, feito da uva Cabernet Sauvignon, que projetou o vinho chileno para o mundo a fora. Foi em 1891, que Don Melchor criou o que é hoje um dos vinhos mais conhecidos mundialmente.

O primeiro carregamento da Concha y Toro á desembarcar na Europa foi em 1933 no porto de Roterdã na Holanda. A consagração da conquista do mercado mundial se deu a partir de 1957, com a vinda de Don Eduardo Guilisasti Tagle para a presidência da empresa. Sob a nova presidência, a Concha y Toro cresceu, investiu e em 1994, se tornou a primeira empresa do setor no mundo a comercializar ações na Bolsa de Nova York.

O que a marca fez no mercado de vinhos é de impressionar. Inseriu-se no fechado mercado europeu, tornou-se conhecida e apreciada no mundo todo e soube crescer com qualidade e admiração. Segundo a própria marca, o segredo estaria na qualidade da matéria prima dos vinhos, no local, no manejo e no trato das parreiras. Cuidados essenciais para um produto final de qualidade.

Prepara-se para surpreender seus clientes nesta Páscoa

surpreender seus clientes nesta PAscoa_1

Seu estabelecimento está pronto para receber a clientela nesta Páscoa? Se você ainda não pensou em como tirar melhor proveito desta data, comece dando uma olhada no seu cardápio e veja se existe algum prato que pode ganhar um toque especial ou pense em acrescentar uma novidade, mesmo que ela seja temporária.

 

Da entrada às sobremesas, a palavra de ordem é inovação. Mas se não quiser deixar de lado o tradicional e tão desejado bacalhau, nossa dica é apostar em diferentes acompanhamentos e temperos para valorizar o seu sabor, bem como também adicionar novos peixes ao menu.

Fora os deliciosos ovos de colher, que também podem ser servidos para adoçar os mais exigentes paladares, diferentes tortas, bolos e até mesmo pães doces podem ser adicionados ao cardápio para conquistar os clientes.

Além disso, procure uma maneira diferente para recebê-los, selecionando bons aperitivos e bebidas para servir à todos, isso torna o tempo de espera mais prazeroso. E nas lojas Makro, você não encontra apenas os melhores ingredientes para compor os pratos do seu menu, mas também a garantia de itens de qualidade com ótimos preços.

Ovos de colher fazem sucesso na Páscoa

ovo de colher_2

A Páscoa pede família reunida e muito, mas muito chocolate. E quanto mais recheio e sabores variados, melhor para quem vende e para quem compra.

Há um bom tempo as gôndulas dos supermercados vem dando espaço para delícias que são mais do que simples ovos de chocolates, e sim ótimas opções para presentear pessoas queridas. Sim, são os famosos ovos de colher ou ovos gourmet, que além de super cremosos também reúnem combinações inéditas de sabores.

As marcas não dispensam elogios, até porque, ninguém resiste à suas criações. Para este ano, alguns sabores que prometem dar o que falar, no melhor sentido, são recheios como creme brûleé, frutas vermelhas, chocolate cremoso, creme de avelã, entre outros que já estão começando a dar as caras e despertar o desejo nos consumidores.

E você já começou os preparos para surpreender seus clientes nesta Páscoa? Visite as lojas Makro para garantir os melhores sabores, seja para inspirar suas criações ou para presenteá-los de maneira especial.

Saiba mais sobre a Uva Merlot

unnamedA uva Merlot é uma das uvas mais cultivadas no mundo. Sua origem é francesa e nascida na região de Bordeaux. Assim como a Cabernet Sauvignon, a Merlot é uma das uvas tintas mais conhecidas pelo mundo. É também a uva  mais plantada em Bordeaux, somando 101 mil hectares plantados contra os 53 mil hectares de Cabernet Sauvignon. No mundo já existem mais de 250.000 hectares de vinhedos plantados com esta delicada cepa, incluindo o Brasil, que apresenta uma produção elogiada onde esta uva tem demonstrado uma enorme capacidade de adaptação, gerando ótimos vinhos em diversas faixas de preço e estilos.

Podemos dividir os vinhos da Merlot em dois estilos:

  • A uva colhida mais tardiamente: Um procedimento que gera uma concentração, uma intensidade de cor e aromas de frutas maiores. Podendo ser percebido a ameixa e amora, como notas de frutas maduras. Tudo isso ainda pode ser complementado por estágio em barricas de carvalho, em geral francês. Este seria um padrão “internacional” de vinhos com Merlot.
  • A uva colhida anteriormente: período em que atingiram seu grau correto de maturação, gerando vinhos com corpo e graduação alcoólica mais leves e sedosos, mas com maior acidez e aromas de frutas vermelhas maduras, como framboesa e morango, e possivelmente algumas notas vegetais. Essa seria a versão francesa dos tintos da Merlot.

O vinho do tipo Merlot é considerado macio, fácil de beber, com taninos sedosos e redondos para serem bebidos geralmente mais jovens, entre três a cinco anos. Um vinho aceito pelo paladar de quase todo o mundo. A Merlot harmoniza muito bem com uma boa variedade de pratos, desde patês, passando por carne de porco, vitela e gratinados com queijo.