Descubra quais os 4 tipos de fermentos e a melhor forma de aplicação para as receitas de sua padaria

pao
Olá empreendedor! Hoje daremos início a nossa web serie da semana sobre dicas de padarias, pizzarias, lanchonetes e restaurantes. O tema de hoje será para empreendedores que já atuam no ramo das padarias e, também, para os que pretendem entrar neste setor.

O fermento é a principal matéria-prima na fabricação de pães. Por isso, se você é dono de uma padaria, deve caprichar no uso de produtos adequados e de qualidade, principalmente na escolha do fermento que irá utilizar.

Há basicamente quatro tipos de fermentos: o biológico seco, que vem em pacotinhos e podem ser conservados fora da geladeira, o biológico fresco, que vem em tabletes principalmente e tem um aroma bem característico, o químico, que é constituído de ácidos orgânicos e, por fim, o de sódio, usado para dar leveza e ajudar no crescimento de pães e bolos.

Com tamanha diversidade e especificidade de cada tipo, fica evidente que é imprescindível que o padeiro e, inclusive, você, empreendedor, saiba qual o mais adequado ao produto oferecido ao cliente.

É claro que outros fatores são importantes para o sucesso de uma padaria, como o atendimento, o ambiente e, claro, o preço. Porém, sem dúvidas o sabor e a qualidade da mercadoria são os fatores decisivos na hora de um cliente decidir onde comprar um pão ou mesmo um bolo.

Algumas propriedades básicas devem ser de conhecimento do dono, como o fato de que o fermento biológico seco é usado especificamente para a confecção de massas de pizza, rosquinhas, esfirras e salgados em geral. Já o fermento biológico fresco é mais indicado para massas doces e alguns pães, por ser mais úmido que os demais tipos.

Portanto, com estas dicas, empreendedor, tenha em mente que vontade e dinheiro para investir em uma padaria são importantes, mas conhecimento específico do setor e da criação dos produtos é o que fará com que sua marca se mantenha no mercado. Mãos à massa!

Esqueceu a cerveja fora da geladeira? Saiba como gelar rapidamente!

cerveja

Se esquecer de gelar a cerveja sempre foi motivo de aflição, é hora de descobrir como acabar com esse problema de uma vez por todas!

O Guia do Empreendedor Makro hoje traz dicas de como gelar a bebida em apenas três minutos com uma técnica que serve tanto para os esquecidos, quanto para os cervejeiros que acabaram de chegar com o engradado na festa!

Os simples passos são:

  1. Dentro de um cooler ou mesmo de uma caixa de isopor, misture um saco de gelo, meio quilo de sal e meio litro de álcool;
  2. Adicione as latinhas de cerveja e aguarde 3 minutos cronometrados– não ultrapasse esse tempo ou a bebida poderá congelar!

Feito! Nestes poucos minutos, o sal e o álcool são capazes de roubar o calor do gelo, fazendo-o derreter e resfriar a água. Enquanto isso, o alumínio –um excelente condutor térmico— equilibrará a temperatura dos líquidos de dentro e de fora da lata rapidamente!

Por isso, se você já esqueceu de gelar as cervejas antes da festa, fique atento ao tempo e, se precisar, utilize um cronômetro, pois se também abandonar a mistura, há perigo de a bebida e, consequentemente, a sua festa congelarem!

Como aumentar a competitividade do seu negócio através da inovação

inovacao
Olá empreendedor! Em um cenário cada vez mais competitivo, diferenciar-se no mercado torna-se uma meta difícil de ser alcançada. No Workshop Internacional sobre Normalização e Pequenos Negócios, que ocorreu em São Paulo, o assunto principal foi a definição de normas técnicas como forma de aumentar a qualidade de pequenos negócios.
Alguns casos foram apresentados ao público, como o da indústria panificadora. Foram definidos vários quesitos de avaliação de pães, como brilho, odor, cor, sabor e peso, visando um estado desejável. O presidente do Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC), Márcio Rodrigues, afirmou que essa normalização foi fundamental para o aumento de vendas nas padarias.
Esse processo é importante também para o cliente, uma vez que ele associa cada vez mais o produto ao ato de compra, onde há um padrão de qualidade oferecido. Assim, as vendas aumentam e a imagem das marcas que seguem essa normalização é valorizada, tornando-se mais competitiva aos olhos do mercado.
A ideia de normalização de setores surgiu da norma ABNT NBR 15.331, primeira no mundo. A iniciativa veio da necessidade de empreendedores que buscavam minimizar riscos, oferecendo produtos de qualidade com maior segurança de satisfação do cliente.
Portanto, empreendedor, é claro que diferenciação é importante para agregar valor ao produto de seu empreendimento, porém, você deve sempre se ater a certas normas vigentes no setor que são a base para maior aceitação do público.

Receitas: Bebidas para aquecer os dias frios

Capturar
Olá empreendedor! Hoje daremos algumas dicas de receitas para você introduzir no menu de seu restaurante, para atrair ainda mais clientes no inverno!
• Capuccino:
Ingredientes: 2 colheres de café de bicarbonato de sódio, 100g de café solúvel, 2 colheres de café refinado, 200g de leite em pó, 4 colheres de sopa de chocolate em pó, 1 pacote de chantilly.
Modo de preparo: Bata no liquidificador, seguindo a ordem dos ingredientes. Guarde em um recipiente bem fechado. Quando for servir, coloque um pouco de canela, caso agrade o cliente.

• Café com doce de leite e amaretto:
Ingredientes: 2 xícaras de chá de chantilly, 3 colheres de chá de amaretto, 6 colheres de sopa de açúcar, 3 xícaras de chá de café pronto quente, 1 xícara de chá de doce de leite cremoso.
Modo de preparo: Coloque duas colheres de sopa de doce de leite no fundo do copo. Adoce o café, acrescente o amaretto e misture. Coloque ½ xícara de chá de café (100ml) sobre o doce de leite. Faça o mesmo para os outros copos. Deposite o chantilly e decore com amêndoas laminadas.

• Chá de gengibre:
Ingredientes: 2 colheres de sopa de gengibre picado, 1 litro de água, 1 rodela de limão (sem casca), adoçante a gosto.
Modo de preparo: Ferva a água por 10 minutos. Adicione o gengibre e o limão e abafe. Coa e sirva bem quente.
Com essas opções no inverno, seu restaurante ou bistrô será ainda mais atrativo e único. Aproveite para oferecer promoções específicas para a estação, fazendo com que eles frequentem cada vez mais o estabelecimento. Sucesso!

5 dicas para controlar suas finanças

financas blog

Olá empreendedor! Hoje falaremos sobre quais os passos essenciais para manter suas finanças em dia, evitando problemas futuros. Seja pessoais ou de negócio, é fundamental usar de técnicas que mantenham os registros organizados e claros. Então, vamos às dicas:
Nunca misture os gastos pessoais com os do negócio: misturar o patrimônio da empresa com seu próprio dinheiro é um erro que deve ser evitado ao máximo. Os gastos para que seu negócio funcione não podem vir de sua conta bancária pessoal, assim como contas que não tem a ver com o empreendimento, não podem ser pagos com o caixa da empresa.
Organização é a palavra-chave: não basta querer ter tudo em ordem, se você não se organizar para que isso de fato ocorra. Muitas pessoas entram no famoso “cheque especial” por não saber para onde vai seu dinheiro e quais os maiores gastos mensais. Por isso, você deve sempre manter tudo organizado e fácil de ser consultado. Utilize caixas com etiquetas para separar contas fixas de contas específicas do momento, por exemplo.
Anote tudo: confiar na memória é uma grande falha de quem reclama da desorganização financeira em que se encontra. Controle seus gastos e entradas, uma dica é anotar tudo, seja em planilhas eletrônicas ou escritas. O uso de certos programas online facilitam alguns cálculos, como quanto dinheiro irá sobrar no final do mês, quão representativo é cada gasto se comparado ao total, entre outras informações úteis.
Aprenda a manejar programas de computador: há muitos programas fáceis e baratos que tem como finalidade organizar as finanças pessoais e empresariais. Alguns bons exemplos são: planilha de fluxo de caixa (entradas e saídas de caixa), Nibo (anexa comprovantes e boletos em contas a pagar e a receber para que você não se perca), entre outros.
Planilhas e arquivos separados: já falamos sobre como é importante não confundir patrimônios, mas, mais que isso, você deve se organizar de forma diferente de acordo com cada cálculo (pessoais e empresariais). Separe em planilhas diferentes ou até em programas diferentes, dependendo do que for mais adequado para cada tipo.
Desfrute de nossas dicas e comece hoje mesmo a controlar suas finanças. Boa sorte, empreendedor!

Vodka é uma das bebidas mais apreciadas pelo mundo. Aprenda a fazer drinks deliciosos e diferentes!

drink
Desde pura, ideal para aquecer no congelante clima russo, até fresca e com frutas para atender ao calor tropical, a vodka é uma das bebidas mais consumidas no planeta!

Com sabor inconfundível, a bebida pode ser combinada com diversas frutas para produzir drinks deliciosos que reduzem o sabor do álcool e conquistam qualquer público! Confira!

Caipiroska
Ingredientes:
• 200ml de vodka
• 6 limões fatiados
• 12 colheres de açúcar
• 6 cubos de gelo picados

Preparo:
Misture as fatias de três limões com o açúcar e amasse. Em seguida, adicione os demais ingredientes e mexa bem!

Cosmopolitan
Ingredientes:
• 100ml de vodka
• 100ml de suco de uva
• 50ml de suco de limão
• 50ml de licor de laranja
• Gelo a gosto

Preparo:
Misture todos os ingredientes em uma coqueteleira!

Blue Monday
Ingredientes:
• 50ml de vodka
• 25ml de cointreau
• 25ml de Blue Curaçao

Preparo:
Misture todos os ingredientes em uma coqueteleira!

Maracujina
Ingredientes:
• 150ml de vodka
• 150ml de suco de maracujá
• 4 colheres de (sopa) leite condensado
• Gelo picado a gosto

Preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador!

Cocktail Criollo
Ingredientes:
• 1 dose de Vodka
• 1 dose de Malibú
• 1 pequena dose de Granadina
• 1 dose de suco de laranja

Preparo:
Misture todos os ingredientes em uma coqueteleira!

Kamikaze
Ingredientes:
• 80ml de vodka
• 1 pequena dose de Triple Sec
• 1 dose de suco de limão
• Gelo a gosto

Preparo:
Misture todos os ingredientes em uma coqueteleira!

Pronto! Agora que você já conhece as deliciosas receitas de drinks feitos com vodka, prepare os copos e taças e mãos à obra! E não se esqueça de beber com muita moderação, pois o teor alcoólico da vodka é bastante elevado: 30% a 50%!

Como incluir sobremesas em seu restaurante

sobremesa
Olá empreendedor! Hoje chegamos ao nosso último tema da nossa web serie de restaurantes. Agora que você já sabe como montar um menu para crianças e a atrair clientes no inverno, mas está com dificuldades para incluir sobremesas em seu estabelecimento? O Guia do Empreendedor Makro te ajuda!
A escolha de quais opções oferecer aos clientes parece simples, mas requer um pouco de cuidado para de fato cativar as pessoas. É necessário considerar quais pratos são oferecidos anteriormente à sobremesa e qual a proposta do restaurante.
Hoje em dia, a onda “fitness” está em alta e alguns estabelecimentos tem seguido essa linha e focado em produtos orgânicos e de baixa calorias. Caso seu estabelecimento siga essa linha, priorizar frutas e ingredientes saudáveis é fundamental. Porém, caso não haja restrição quanto a isso, aposte em sobremesas atraentes e com ingredientes que sempre agradam, como o chocolate.
Apesar de não ser uma prática ainda difundida, alguns chefs são especialistas em sobremesas. Oferecer alternativas mais gourmets aos clientes, com produtos especiais e até exóticos pode ser um diferencial. Não se esqueça, porém, de treinar seus funcionários para que eles entendam e saibam explicar os componentes de cada sobremesa.
Por fim, considere oferecer uma menor quantidade de sobremesas, mas que cada uma seja inesquecível. Afinal, o grand finale de uma refeição deve sempre fechá-la com chave de ouro. Então, capriche na elaboração do menu e boa sorte!

Restaurantes, descubra como atrair clientes no inverno!

restaurante
Olá empreendedor! Hoje daremos continuidade a nossa web serie com o tema “restaurantes”, falaremos dicas de como tornar seu restaurante atrativo também no inverno. Ao contrário que alguns pensam, essa é uma estação do ano com grande movimento e que pode turbinar os negócios!
Primeiro, o ambiente deve ser ideal para o frio, ou seja, aquecido e aconchegante. Alguns restaurantes inovaram oferecendo mantas e pequenos cobertores para aquecer seus clientes. Além de ser uma solução para o frio, também agrega valor à experiência da pessoa no estabelecimento.
Como é de conhecimento comum, são os detalhes que fazem a diferença. E essa diferença pode ser repassada justamente no preço. Assim, esses pequenos agrados e detalhes que seu restaurante oferecer, justificarão uma margem maior por refeição, por exemplo.
Outro quesito a ser pensado é o cardápio. Ofereça algumas opções específicas da estação, como queijos e fondues. Sempre agradam o público. A ideia de que esses pratos só estarão disponíveis em um período específico, induz o cliente a uma sensação de urgência, favorecendo o consumo e, por consequência, as vendas.
Por fim, não se esqueça de caprichar na decoração. Elaborar alguns enfeites com velas e cores quentes favorecem o bem-estar em épocas mais frias. Porém, não deixe de lado aspectos fundamentais que sempre atraíram clientes e são a marca registrada de seu estabelecimento. Boa sorte, empreendedor!

Inclua menus infantis atraentes em seu restaurante e fidelize clientes

cardapio infantil
Olá empreendedor! Já pensou em conquistar clientes mirins com cardápios exclusivos e atraentes? Hoje o Guia do Empreendedor Makro inicia sua web serie sobre restaurantes e te dá dicas para elaborar estratégias para esse público-alvo.
Um primeiro passo a se considerar é na proporção dos alimentos nos pratos oferecidos. Por focar em crianças, o menu kids deve possuir porções menores, se comparado com demais pratos para adultos. É importante variar os acompanhamentos para agradar a todos os gostos, principalmente as crianças mais inflexíveis.
Para chamar a atenção do público esperado, não se esqueça de decorar o menu com cores vivas e imagens dos pratos mais pedidos, muitas vezes é com essa estratégia que alguns pratos são sempre pedidos.
Um ponto fundamental também é o preço. Afinal, ele deve ser coerente com o tamanho do prato, ou seja, com a porção de cada elemento, como já mencionamos.
Porém, empreendedor, não foque apenas em chamar a atenção das crianças, você deve ter em mente também os aspectos nutricionais de acordo com a demanda de cada idade. Essa é uma consideração importante para que os pais aprovem também a escolha dos filhos – favorecendo a imagem do restaurante.
Por fim, seja claro e sucinto na descrição dos pratos. Objetividade é a chave para um cardápio bem feito e atraente. Boa sorte com a criançada!

Fondue com vinho: casal favorito do inverno!

Imagem1vinho
Não há dúvidas de que uma das melhores formas de se aquecer nos meses mais gelados do ano é preparar um prato bem saboroso e aproveitá-lo com um bom vinho.

Dentre as opções, certamente a dupla vinho-fondue se destaca pela harmonia e por toda o clima romântico criado, seja com deliciosos chocolates, frutas fresquinhas ou queijos especiais.

Por isso, para se preparar melhor para o frio, confira as melhores e mais frequentes combinações entre a bebida e o prato franco-suíço:

Fondue de carne: o filé mignon certamente é a melhor escolha para harmonizar com vinhos tintos de corpo médio e vinhos brancos frutados!

Fondue de queijo: os tradicionais queijos emmental, gouda e gruyère sempre vão muito bem com a maior parte dos vinhos tintos e brancos, sendo uma opção bastante versátil.

Fondue de chocolate: mais comumente feito com morangos, uvas ou banana, são melhor combinados com vinhos mais doces.

Agora que você já conhece as deliciosas harmonizações possíveis entre fondue e vinhos, aproveite para ter um inverno mais quente e bem mais saboroso!